Linguagem cidadã

Para que dados e informações governamentais sejam de fato acessíveis pelo cidadão, além de estarem disponíveis e em formato que possibilitem seu reuso, devem ser compreensíveis e em linguagem mais comum, sem floreios ou rebuscados, para que possa ser melhor e mais rapidamente compreendida pelo cidadão.

Os textos de governo sejam decretos, relatórios ou mesmo o sistema contábil e administrativo, são revestidos de terminologia técnica cujo foco é a precisão de seu conteúdo, em prejuízo ao entendimento pelo cidadão.  Não se trata de reduzir, mas tornar a complexidade compreendida.

Este princípio é um dos objetivos do Output 1.

Output 1

Aumento de 70% do número de bases de dados em formato aberto, plenamente acessíveis e disponibilizadas em linguagem cidadã.

Ter pelo menos 3% das bases abertas com dados estruturados em conformidade à web semântica, com piloto em pelo menos uma das seguintes áreas: saúde, transporte ou educação.

Aprimoramento do Portal da Transparência e do Portal do Governo Aberto com linguagem cidadã. (Ano 1 e 2)