Dados em formato aberto

O Governo do Estado de São Paulo foi o pioneiro ao criar, em 2010, o portal Governo Aberto com bases de dados de diversos órgãos estaduais. Contudo é preciso avançar, tanto no aumento da quantidade de bases governamentais disponíveis, quanto inovar ao experimentar a adequação das bases à web semântica.

Também será preciso criar canais de aproximação com a população para que o governo possa priorizar a disponibilização de bases que seja mais importantes ao cidadão, relevantes tanto à transparência quanto a criação de novos serviços.

Os Output 1 e Output 2 do projeto contemplam este princípio.

Output 1

Aumento de 70% do número de bases de dados em formato aberto, plenamente acessíveis e disponibilizadas em linguagem cidadã.

Ter pelo menos 3% das bases abertas com dados estruturados em conformidade à web semântica, com piloto em pelo menos uma das seguintes áreas: saúde, transporte ou educação.

Aprimoramento do Portal da Transparência e do Portal do Governo Aberto com linguagem cidadã. (Ano 1 e 2)

 

Output 2

Um canal de consulta pública criado para a identificação de prioridades de dados a disponibilizar à população, com base na experiência britânica. (Ano 1 e 2)