Entrevista a Luís Vidigal: Administração Pública em Portugal

Fragilidades e pontos de honra da Administração Pública em Portugal na voz de Luís Vidigal

No passado dia 10 de outubro tive a honra de participar na 13ª edição do Fórum da Arrábida, organizado anualmente pela Associação para a Promoção e Desenvolvimento da Sociedade de Informação (APDSI). Num local de uma extrema beleza natural (a Serra da Arrábida), junta-se todos os anos um grupo de pessoas que traz as suas experiências e perspetivas para um debate sobre o papel da sociedade de informação e das tecnologias de informação no nosso país. É uma experiência sempre gratificante, como aliás já aqui tive oportunidade de partilhar aquando da edição do ano passado.

Uma das intervenções deste ano, desenhada para lançar o tema deste ano – “A Reforma do Estado” – foi a de Luís Vidigal. Uma pessoa fantástica por quem tenho o maior carinho e que tem uma larga, larga experiência de vivência e convivência da e com a Administração Pública, em Portugal e noutros países.

Aproveitei a oportunidade para o entrevistar. Perguntei-lhe o que considera serem as grandes fragilidades da Administração Pública em Portugal mas também o que vê como os motivos de orgulho nos serviços do Estado.

O resultado é esta breve entrevista de pouco mais de 4 minutos onde se fala também de… afetos!

Filmagem e produção de Flipixel