Os Inovadores

http://igovsp.net/governo21/wp-content/uploads/2015/01/innovators3.jpgOs Inovadores

 

O livro The Innovators (Os Inovadores) de Walter Isaacson, lançado no final de 2014, revisa a história das inovações que construíram a revolução digital. Nesta postagem Dave Briggs faz a resenha do livro e destaca algumas das conclusões de Isaacson:

 

- Criatividade é um processo colaborativo – a noção do inventor solitário é um mito. O time precisa conter pessoas com habilidades diferentes e estilos complementares. Por exemplo um visionário com uma pessoa de operações.

 

- As ideias mais inovadoras se fortalecem quando ninguém está em busca de levar o crédito por elas, seja como organizações ou indivíduos. O melhor exemplo é o da própria internet, que surgiu quando Vint Cerf e colegas estavam escrevendo as especificações para os protocolos que viriam a se tornar a rede global, e pediram contribuições e comentários, ao invés de algo mais formal. Isso fez com que todos os envolvidos se sentissem parte do processo e mais inclinados a colaborar.

 

- Dinheiro não é sempre o maior motivador na inovação digital. O financiamento governamental, e a produção colaborativa têm importância tão grande quanto os parceiros privados.

 

- A revolução digital não se deve apenas a engenheiros e cientistas, mas também artistas.

 

 

 

Sem comentários ainda

Comentários