7 cidades para pedestres

Este artigo na FastCo. cita algumas estatísticas interessantes:

- O tráfego em Londres hoje se move mais lentamente que uma carruagem.

- Motoristas em Los Angeles gastam 90 horas por ano em congestionamentos.

- No Reino Unido quem tem carro gasta 106 dias da sua vida procurando vaga de estacionamento.

Em São Paulo e no Rio estes números não devem ser diferentes, se não forem piores. Mas, como conta o artigo, algumas cidades tem começado a agir no sentido de limitar o uso de automóveis e dedicar suas ruas para pessoas. Algumas delas são:

Calle de Huertas em Madrid. Crédito: San Roman, Jorge E. @wikimediacommons

Calle de Huertas em Madrid. Crédito: San Roman, Jorge E. @wikimediacommons

- Madrid: já baniu carros de diversas ruas centrais e anunciou que irá ampliar as restrições.

- Paris: prefeito anunciou planos de dobrar o número de ciclovias até 2020.

- Chengdu: nesta nova cidade satélite planejada na China as ruas são desenhadas para que qualquer local seja acessível em até 15 minutos a pé.

- Hamburgo: planeja uma rede verde que irá conectar parques tornando mais agradável a caminhada ou pedalada por toda a cidade.

- Helsinque: a prefeitura planeja transformar subúrbios dependentes de carro em comunidades mais densas ligadas ao centro por transporte público expresso.

- Milão: A cada dia que motoristas deixam seu carro em casa, recebem um vouchers no valor da passagem de trem ou ônibus.

- Copenhague: Esta cidade super amigável a ciclistas transformou sua realidade, que há 40 anos era parecida com a de qualquer outra capital. Hoje tem a mais baixa taxa de carros por habitante na Europa.

 

 

 

 

Sem comentários ainda

Comentários